segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Uma cidade colonial e suas muitas histórias


Ir à Tiradentes é sempre agradável e traz sempre boas novidades.

Apesar desta vez não ter ido ao Aluarte, que é um bom bar, onde tocava um jazz de primeira; mas estive duas vezes no restaurante Viradas do Largo, da Beth, batendo cabeça na chegada, para o almoço e jantando no último dia - levando o prato da Boa Lembrança (o décimo segundo de minha coleção).

A ida até Bichinho, 6 Km de Tiradentes, rendeu-me a compra de um belíssimo exemplar de Espírito Santo em esplendor, que foi barganhado com a artista que pintou a peça entalhada pelo marido, em resumo uma ótima compra.

As pedras talhadas, o casario antiqüíssimo, a Igreja Matriz de Santo Antônio, forrada em ouro e em belo ponto da cidade - compõem o cenário desta cidade do período colonial das mais charmosas do Brasil.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

O STF contraria a Constituição e vota a favor da mordaça

Ótimo artigo do jornalista Zuenir Ventuira, hoje, em O GLOBO - Uma olhada para trás, citando a recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), mantendo a censura ao "Estado de S. Paulo" por 6 X 3 votos. O jornalista fez um paralelo com a justiça impetrada pelo Executivo há 41 anos atrás, com esta decisão do Judiciário. Diz-nos Zuenir lá para o final de seu texto:

"Por mais que se usem tecnicalidades, filigranas e eufemismos para justificar a medida judicial punitiva, não se consegue esconder que, ao contrário de gestos heroicos do passado contra o arbítrio, o STF encontrou pretexto agora para contrariar a Constituição e votar a favor da mordaça."

Não podemos concordar com esta decisão do STF, que fere diretamente a liberdade de imprensa; pois como está exposto na ementa à insconstitudcionalidade da Lei de Imprensa da ditadura, do ministro do STF, Carlos Ayres Britto: " Não há liberdade de imprensa pela metade ou sob as tenazes da censura prévia, inclusive procedente do Poder Judiciário, sob pena de se resvalar para o espaço inconsatitucional da prestidigirtação jurídica". Usar de mordaças para fortalecer o poderio de poderosos deste país é ultrajante e deve ser rechaçado pela sociedade civil. E não nos cansemos de bradar: - Ditadura nunca mais!

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Enquete do Senado Federal sobre a regulamentação do exercício da medicina - participe!

A Agência do Senado está promovendo uma enquete sobre a regulamentação da medicina. A pergunta "Você é a favor ou contra a regulamentação do exercício da medicina nos termos do projeto PLS 268/02?" e ficará no ar até o fim de dezembro e pode ser acessada na página principal da Agência.

Um exemplo do que esta em jogo: voce precisa de um fisioterapeuta ou de uma nutricionista, mas só pode consultar se o tratamento for prescrito por um médico, que decidirá também qual o procedimento a ser realizado. Ou seja, o fisioterapeuta ou a nutricionista só podem fazer o que o médico tiver prescrito, eles não terão liberdade de decidir sobre a conduta ou o tratamento mais aproriado para voce, mesmo sendo eles os especialistas no assunto, e não o clínico geral.

O QUE É O PROJETO DE LEI DO ATO MÉDICO? "...O projeto de lei do Ato Médico (PL nº 7.703/2006), na forma aprovada pela Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público (CTASP), pela Comissão de Constituição Justiça e Cidadania (CCJC) e pela Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF), acaba com o direito da população de ter livre acesso aos serviços dos profissionais da saúde. Esse Projeto de Lei transforma os profissionais da saúde em técnicos dos médicos. Ele estabelece que, somente após o diagnóstico nosológico (da doença) e da prescrição terapêutica feita pelo médico, a população poderá ser atendida pelos profissionais da saúde. Se aprovado, os médicos terão o direito de prescrever os tratamentos em áreas que eles não possuem treinamento e competência como: psicologia, enfermagem, nutrição, fonoaudiologia, fisioterapia, terapia ocupacional, educação física, farmácia, biomedicina, medicina veterinária, odontologia, serviço social, ciências biológicas..." Em apenas dois dias, a enquete já recebeu 3.544 votos - todos os conselhos regionais de medicina estão se mobilizando muito, precisamos agir rápido.

Para participar acessem a página - http://www.senado.gov.Br/agencia/default.aspx?mob=0 e votem! No canto inferior direito do vídeo desta página do Senado, aparece "enquete" - Cliquem em CONTRA - cliquem em RESPONDER- aparecerá um campo para que você confirme através da digitação dos números que aparecem num box ao lado, é só digitálos, e - Cliquem novamente em CONFIRMAR. Só se pode votar uma vez de cada computador, osdemais votos não são computados, pois quando se digitam aqueles números, é para identificar o computador de onde partiu o voto, por isso cada um deve usar um computador diferente para contar os votos.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Novamente a força dos cacetetes para calar manifestações populares

foto de Pedro César Batista, jornalista - http://militantedocampo.blogspot.com


Um absurdo intolerável, que 1.500 pessoas que se manifestavam contra o governador José Roberto Arruda e seus comparsas políticos, tenham sofrido brutais agressões da polícia subordinada ao próprio Arruda. As cenas de violência explícita e gratuita das tropas da Polícia Militar do Distrito Federal, diante da sede do Tribunal de Justiça lembram a época da ditadura militar, onde a força dos cacetetes, em nome do Estado, queriam calar o povo.

Segundo noticiado em O GLOBO de hoje, PMs investiram com cavalos, atacando os manifestantes com bombas de efeito moral, balas de borracha e golpes de cacetete. Três manifetantes foram presos e levados para a 5a Delegacia de Polícia e vários estudantes, com ferimentos leves, reclamaram aos prantos que foram agredidos por policiais e pisoteados por cavalos.

Infelizmente, é triste que a condição jurídica que determina que se condene, mesmo que verbalmente, apenas após todo o processo tenha sido transitado e julgado, aplique-se neste caso, onde as imagens da dinheirama derramada, pareciam-nos tão óbvias; pois imagino quantos - num momento onde os direitos humanos foram covardemente violados - não gostariam de chamar de ladrão e corrupto este governador.

Novamente cacetetes, coronhadas e cavalos contra os que se manifestam contrários a um desgoverno? Ditadura nunca mais!

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Panetones ou galhos de Arruda?

Comungando da campanha do Juca Kfouri, para CBN Esporte Clube:

"Panetones Arruda, enquanto eles fazem a festa, o Brasil não muda!"

Mas pensando bem, seria mais proveitoso para a população, contra esses políticos demo de todos os partidos, que avacalham com o nosso país, seria mais interessante que se distribuísse para a população galhos de arruda devidamente colocados atrás das orelhas, para quando votarmos no ano que vem.

O pior que esse partido que tanto se arvorou em jogar pedras nos demais, e chamar-se ético, hoje se cala frente às ameaças deste, ainda, governador do Distrito Federal. Imagine-se o quanto de podre ainda deve ter escondido por lá. Espera-se para ver o que os caciques deste partido, prestes a se tornar um partido nanico, decidirão.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Centro de Referência da Juventude recebe visita da UNESCO

Rodrigo Abel conversa com Marlova Noleto
da UNESCO/ foto - Emerson Menezes


Realizou-se no Rio de Janeiro, nos últimos dias 17 e 18 de novembro, um evento restrito a especialistas nacionais e internacionais da UNESCO, do governo brasileiro, por meio de sua Secretaria Nacional da Juventude, e autoridades e representantes de entidades juvenis da América Latina e Caribe.

O objetivo do encontro foi de apresentar a estratégia global da UNESCO para políticas da juventude na região e discuti-la com profundidade. O documento final, que saiu desta reunião, será utilizado pela UNESCO no próximo biênio 2010-2011, e considerará e contemplará as diversas e específicas demandas e necessidades da região em questão.

No encontro, após os debates e conclusões sobre a Estratégia Final de Juventude na América Latina e Caribe; os especialistas da UNESCO visitaram na comunidade do Cantagalo, as instalações do projeto Criança Esperança, do AfroReggae e do Centro de Referência da Juventude (CRJ).

A coordenadora de Ciências Humanas e Sociais da UNESCO no Brasil, Marlova Noleto, esteve à frente da visita feita pelos especialistas e mostrou-se muito impressionada com o que viu. “A integração que vi aqui, destas três instituições dialogando tão bem num mesmo espaço em comum, me deixou muito satisfeita. Sem falar da Superintendência de Políticas para Juventude, com Rodrigo Abel, que vem fazendo um trabalho muito bom nesta comunidade, com o CRJ.”

terça-feira, 17 de novembro de 2009

SEMINÁRIO DO CUCA DA UNE - juventude, cultura e política


19.11 (quinta-feira)
18h credenciamento e receptivo dos participantes 19h - 21h abertura "Juventude, Cultura e Política - dimensão de saberes" convidados Juana Nunes (SCC-Ministério da Cultura), Jandira Feghali (Sec. Cultura da Cidade do Rio), Danilo Moreira (CONJUVE), Augusto Chagas (Pres. UNE), Amir Hadad (teatrólogo - Tá na Rua), apresentador Alexandre Santini (Coord. Geral CUCA da UNE); 22h atividade artística com ponto de cultura - show com Jorge Mautner e Trupe Los Tchatchos

20.11 (sexta-feira)
10h Conferência Livre de Cultura expositores Célio Turino (SCC-MINC), Geo Britto (Fórum dos Pontos de Cultura), Silvério Pessoa (músico), Alexandre Santini (CUCAdaUNE)leia o texto base15h Debate PIA (programa de intervenção ambiental) apresentadores coletivo camarada - Alexandre Lucas Cia. eia - Floriana A Casa - Tales política do impossível - luciana bota cara - Gabi Coletivo Gomo - Júlio Ferreti 7h ação de intervenção urbana com PIA 20h espetáculo teatral - Baião

21.11 (sábado)
10h apresentação e experiências dos cucas da uneprovocadores Ernesto, Luis Parras, Alexandre Santini, Tiago Alves, Ana Cristina Petta - Tininha.
15h planejamento cuca da une com Fernando Máximo 22h - Festa: Tá na Rua manifesta 22.11 (domingo) 14h assembléia geral do CUCA da UNE
programação sujeita a modificação

Local Centro de Artes Hélio Oiticica (Rua Luis de Camões, 68 - Centro; prox. a Praça Tiradentes - Rio de Janeiro)

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Carlos Vergara - "A Arte como discurso ligado ao pensamento"



Inaugurou ontem, para convidados (e hoje para o público), no Museu de Arte Moderna do Rio, a exposição "Carlos Vergara: a dimensão gráfica - Uma outra energia silenciosa". Contando com 200 obras do artista, em trabalhos que vem da década de 60 até os dias de hoje.

Segundo o próprio Vergara, "as gavetas foram abertas", revelando-se o trabalho deste profícuo representante das artes plásticas do país; onde desenhos pequenos e de grande porte aportam na sala monumental do MAM. A sala monumental por sinal, trabalho do magnífico Afonso Eduardo Reidy (a quem devo pôr entre aspas por aqui, mas ainda não o fiz); absorvem muitíssimo bem os trabalhos de Vergara, onde a luz natural oferece a iluminação adequada aos trabalhos, aproveitando-se mais, inclusive, os dias de horário de verão carioca.


Desde 1972 sem expor no museu, Vergara convida a todos os cariocas não só à sua exposição; como também, outras de muito bom calibre, como a de Iole Freitas, na Casa França Brasil, pois segundo o próprio artista; "o olho é uma porta para a poesia também".

Serviço:

Museu de Arte Moderna

Av. Infante Don Henrique 85, Aterro do Flamengo/ tel 2240-4944/ terça a sexta, do meio-dia às 18h./ Sáb. a dm. e feriados, do meio-dia às 19h./ Grátis (até 12 anos) e R$8,00 (com meia entrada)./ Dom. ingresso família, pagando-se R$8,00 para todos.

Crédito das imagens: extraídas da internet, sendo a foto do artista, de Amilcar Packer

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

terça-feira, 10 de novembro de 2009

PMDB - o partido do Brasil?

??????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????


Há uma pergunta que me irrequieta e azucrina, mas confesso que ainda não tinha cavucado sobre o assunto, para me assuntar e tirar-me desta ignorância: o PMDB é de fato o partido do Brasil? como se quer demonstrar o seu slogan nacional?

Agora, que previamente fazem propaganda, em rede nacional, pré-anunciando sua propaganda eleitoral, para o dia 26 deste mês; penso o quanto não possuam para gastar assim tão largamente. E imagino que por aí virá uma mega campanha, capaz de cativar muitos patrióticos de coração roxo.

Quem sabe agora que possuo um novo companheiro blogueiro, um historiador - o corinthiano mineiro Breiner, talvez ele se compadeça desta minha lacuna política e me ajude, com a formação que tem, a entender este partido, que faz o Governo Federal se render, ante escândalos monstruosos (não nos esqueçamos, por exemplo, do Senado Federal, com seu presidente José Sarney - tão atual e já nos parece tão esquecido...); ajudando-me a entender um pouco mais. Entender como é tão necessário se estar aliado a ele, para poder impetrar mais um governo "lulista", com Dilma Roussef.

Vou aguardar o dia 26 próximo, para ver sentado o que falarão. Oxalá tenha espaço neste proprama, para se falar de Ética, ou serei eu de fato mais do que ignorante, um ingênuo?

P.S. É so para entender este partido, que sempre toma partido do poder, e maquiavélicamente se coloca; nos seus "fins que justificam os meios". Então é isso a Política?

Colóquio sobre a Diáspora africana na UERJ


segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Berlin Wall

Pois ninguém, em nenhum lugar merece viver engaiolado, dividido, separado dos demais. Nenhum homem é uma ilha.

Nesses vinte anos da queda do muro de Berlim, que façamos uma ampla reflexão sobre tudo que o mundo tem passado. Suas guerras, seus sonhos, seus anseios em todos os seus mais surpreendentes quereres.

E acima de tudo, muros que separem iguais; e diferentes, nunca mais!

domingo, 8 de novembro de 2009

As finais dos campeonatos do CRJ, no Viradão Esportivo


A manhã deste caloroso dia carioca, foi pontuado pelas finais dos torneios de futebol de praia feminino e vôlei de praia masculina, em Ipanema; e de surf na praia do Diabo no Arpoador. O domingão calorento, nos seus mais de trinta e poucos graus, formou o prato perfeito, feito para uma praia cheia.

Bonita a garra com os quais os jovens moradores do morro da Cantagalo; Pavão-Pavãozinho se empenharam no campeonato, tudo dentro do mais puro sentido esportivo da coisa, dentro do que poderíamos chamar - espírito olímpico.

Se assim cotinuar a caminhada, por certo que para as Olimpíadas cariocas em 20016, tenhamos boas promessas de campeõs.

sábado, 7 de novembro de 2009

Viradão Esportivo e a participação do Centro de Referência da Juventude - CRJ

Iniciou hoje o Viradão Esportivo, com 32 horas de atividades esportivas em vários pontos da cidade.

O Centro de Referência da Juventude - CRJ, órgão gerido pela Superintendência de Políticas para a Juventude, da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos; que está inserido em algumas comunidades aqui no Rio: Cantagalo/Pavão-Pavãozinho; Vila Paciência, Chapéu Mangueira, Cidade de Deus e Jacarezinho. Os CRJ oferecem vários cursos profissionalizantes, oficinas livres de artes e muita atividade esportiva. Atualmente, estou estagiando na Superintendência da Juventude, na formatação da Assessoria de Comunicação deles.
As unidades do Cantagalo e Vila Paciência estão participando com atividades dentro do Viradão. O Cantagalo, leva para as areias de Ipanema, torneios de futebol de areia, vôlei de praia e na praia do Diabo, no Arpoador, um campeonato de surf, com a participação de alunos desse importante projeto de inclusão social de jovens fluminenses. Já em Vila Paciência em Santa Cruz, há apresentação de capoeira, jiu jtsu e taekwondo.

Amanhã ocorrem as finais dessas modalidades. É um bom momento para incentivar esta garotada que tem altíssimo potencial para representar o Brasil, nos campeonatos vindouros, como também; para as Olimpíadas, que ocorrerão aqui na cidade.
É uma proposta diminuta que inclui, que movimenta, que merece crescer, pos não se basta pequena. CRJs bem administrados por toda a cidade fluminense, seria de um ganho extraordinário para o Estado.

Imperdível e por isso, cabe aqui entre aspas...

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Apesar de flamenguista digo: Fluminense classificado para as semifinais da Copa Sul-Americana.

(imagem extraída da internet, da comemoração do gol do Fred)

Torço pelo Fluminense também, por considerar belíssima a RECUPERAÇÃO, que é uma possibilidade própria ao humano; naquilo em que todos podemos pluralizar...

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Uma crônica com uma prece se parece?

(para o dia da favela)

O inóspito da crônica é quando ela se coloca assim mesmo: com situações que se sobrepõe e se servem para contextualizar um determinado assunto. Hoje, por exemplo, vivi algo sui generis, apesar de estar inserido na mesmice do cotidiano.

Descendo a Av. Pastor Martin Luther King, antiga Av. Automóvel Club, às 8h:30, rumo a estação do Metrô de Irajá, vi uma senhora em seus aparentes mais de setenta anos (apesar de nos negros o tempo parecer passar com mais vagar); que aventurava-se no tráfego intenso dos carros e ônibus a despejar os muitos trabalhadores, oriundos da Pavuna, Acari, ... , e os demais bairros adjacentes à Baixada Fluminense. Ela tentava, ali, desvincilhar-se de uma abjeta vala de esgoto, aberta há uns dois meses numa das calçadas da via. Eu, sentindo-me compelido a ajudá-la, já que previra algo pior; puxei-lhe carinhosamente pelo braço, recolocando-a na calçada e ajudei a atravessar, sob uma tábua, a fétida vala. Foi rápido e simples, mas pelo rápido e caloroso olhar de agradecimento daquela desconhecida senhora, senti-me um anjo.

Incrível constatar que em pleno século XXI, com todas as promessas de bonança de nossos governantes, principalmente, para 2014 e 2016; convivamos, ainda, com situações precárias de esgoto nesta cidade. Triste perceber que as políticas públicas voltadas para o espaço urbano, continuem sua trajetória desigual, nas suas variadas zonas de loteamento. Perpetuando o contínuo relegar a segundo-terceiro plano as áreas menos favorecidas da cidade, como o é o bairro de Irajá e suas adjacências. Inclua-se neste métier, todas as favelas da cidade, com seus representativos um milhão e cem mil habitantes.

Na favela, diga-se de passagem, não só nos saltam os olhos das manchetes - a violência reinante, como a que se faz perceber no momento, em Vila Kenedy; mas são poucos os casos de saneamento bem-sucedidos e responsáveis. O que se vê por aí, registre-se bem, por sinal, são as iniciativas do Governo Federal, para as comunidades de Manguinhos; Maré; Rocinha; Cantagalo/ Pavão-Pavãozinho e Complexo do Alemão - devido as obras de infra-estrutura urbana do Programa de Aceleramento do Crescimento (PAC).

Para os que aguardam um choque de ordem pelo bairro, ou uma próxima visita da secretária Rosa Fernandes, para sanear o que nem deveria transbordar a céu aberto, podem ficar aqui, como cá estou, a queixar-se em pleno mundo virtual, ou a fazer como fiz em seguida ao bravo ato que protagonizei - orando aos céus, suplicante por melhoras no nosso conurbado e conturbado espaço público. Em parte das minhas petições disse assim: -Senhor, faz de mim um anjo. Não para o meu resplendor, mas apesar de pequeno; ao teu serviço.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Convite para o Cine Clube Subúrbio em Transe

Expediente:

Data: 31/10
Horário Oficina: 13h
Confirmar presença no email cineclubesuburbioemtranse@gmail.com ou no telefone do CASARTI (2473-3161)
Exibição: 16h Debate: logo após a exibição Filmes: - A Condição Humana - A Vênus da Lapa
Local: CASARTI - Casa do Artista Independente:Rua Ponta Porã, 15 (esquina com a estrada da Agua Grande) - Vista Alegre

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

AS VÁRIAS FORMAS DE SE DAR UMA NOTÍCIA!

Se história da Chapeuzinho Vermelho fosse verdade, como ela seria contada na imprensa no Brasil? Veja as diferentes maneiras de contar a mesma história.

Jornal Nacional
(William Bonner): 'Boa noite. Uma menina chegou a ser devorada por um lobo na noite de ontem...'
(Fátima Bernardes): '...mas a atuação de um caçador evitou a tragédia.'

Programa da Hebe
'...que gracinha, gente! Vocês não vão acreditar, mas essa menina linda aqui foi retirada viva da barriga de um lobo, não é mesmo?'

Cidade Alerta
(Datena): '...onde é que a gente vai parar, cadê as autoridades? Cadê as autoridades? A menina ia pra casa da vovozinha a pé! Não tem transporte público! Não tem transporte público! E foi devorada viva... um lobo, um lobo safado. Põe na tela, primo! Porque eu falo mesmo, não tenho medo de lobo, não tenho medo de lobo, não!

Superpop
(Luciana Gimenez): 'Geeente! Eu tô aqui com a ex-mulher do lenhador e ela diz que ele é alcoólatra, agressivo e que não paga pensão aos filhos há mais de um ano. Abafa o caso!'

Globo Repórter
(Chamada do programa): 'Tara? Fetiche? Violência? O que leva alguém a comer, na mesma noite, uma idosa e uma adolescente? O Globo Repórter conversou com psicólogos, antropólogos e com amigos e parentes do Lobo, em busca da resposta. E uma revelação: casos semelhantes acontecem dentro dos próprios lares das vítimas, que silenciam por medo. Hoje, no Globo Repórter.'

Discovery Channel
Vamos determinar se é possível uma pessoa ser engolida viva e sobreviver.

Revista Veja
Lula sabia das intenções do Lobo.

Revista Cláudia
Como chegar à casa da vovozinha sem se deixar enganar pelos lobos no caminho.

Revista Nova
Dez maneiras de levar um lobo à loucura na cama!

Revista Isto É
Gravações revelam que lobo foi assessor de político influente.

Revista Playboy
(Ensaio fotográfico do mês seguinte): ' Veja o que só o lobo viu'.

Revista Vip
As 100 mais sexies - desvendamos a adolescente mais gostosa do Brasil!

Revista G Magazine
(Ensaio com o lenhador) 'O lenhador mostra o machado'.

Revista Caras
(Ensaio fotográfico com a Chapeuzinho na semana seguinte): Na banheira de hidromassagem, Chapeuzinho fala a CARAS: 'Até ser devorada, eu não dava valor para muitas coisas na vida. Hoje, sou outra pessoa.'

Revista Superinteressante
Lobo Mau: mito ou verdade?

Revista Tititi
Lenhador e Chapeuzinho flagrados em clima romântico em jantar no Rio.

Folha de São Paulo
Legenda da foto: 'Chapeuzinho, à direita, aperta a mão de seu salvador'. Na matéria, box com um zoólogo explicando os hábitos alimentares dos lobos e um imenso infográfico mostrando como Chapeuzinho foi devorada e depois salva pelo lenhador.

O Estado de São Paulo
Lobo que devorou menina seria filiado ao PT.

O Globo
Petrobrás apóia ONG do lenhador ligado ao PT, que matou um lobo para salvar menor de idade carente.

O Dia
Lenhador desempregado tem dia de herói

Extra
Promoção do mês: junte 20 selos mais 19,90 e troque por uma capa vermelha igual a da Chapeuzinho!

Meia hora
Lenhador passou o rodo e mandou lobo pedófilo pro saco!

O Povo
Sangue e tragédia na casa da vovó.

Wagner Montes
Agora vejam só vocês meu amigo telespectador, minha dona de casa que nessa hora está cuidando do lar, arrumando as crianças para a escola..... vejam só esse covarde de codinome Lobo..... que se acha todo malandrão.... PRA CIMA DELE MINHA POLIÇADA !!!! Alô minha rapaziada da Civil, alô comandante do CORE, aquele abraço, alô meu pessoal do 16º, 22º.... É PRA ARREGASSAR MESMO!!! Bota a cara dele aí na tela produção.... Bota na tela aí.... ESCRAAAAAAAAACHA !!!!!!!!!!

Correio da Bahia e TV Bahia
Menina usando um chapeuzinho vermelho é atacada por um lobo e não consegue atendimento em nenhum hospital do Estado. Governador não está nem aí.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

(GUERRA URBANA) "... e a igreja não está isenta"

(imagem extraída da internet, site imageshack)

No penhasco onde está situada a Igreja da Penha, em bairro do mesmo nome; traficantes usam suas torres como ponto de observação para monitorar a chegada de policiais às favelas da região, que cercam o templo católico. As informações foram prestadas ontem, ao Globo, por Dom Orani Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro.

- Sei que quando há um perigo qualquer, eles (os traficantes) usam a torre, por alguns momentos, para olhar o que está chegando. São coisas que acontecem em outros locais, como casas. Não é só na igreja. Faz parte dessa guerra urbana e é preocupação de todos, a igreja não está isenta. A torre não é feita para isso, mas sim para rezar e buscar a Deus.

Como a foto acima mostra, é urgente que este ponto da cidade seja melhor controlado pelo poder público, evitando-se que este importante ponto da cidade seja usado como bunker e fortaleza do tráfico carioca.


sábado, 24 de outubro de 2009

E assim sigo: impactado pelo que me empacotou


Não caibo entre aspas,
mas o que cabe em mim
é o infinito, pois sabedor eu sei,
que todas as experiências que

coabitam em mim,
cabem num tubo de ensaio;
pois o humano é como o
inóspito e inoportuno perigo.

Tudo que vivi é pequena sílaba
e pálida estratégia já traçada
para outro indivíduo, que assim como eu;
em pacotes se programou.

Para além de minha matéria
e minha massa; minha encefálica
se conecta com outro indivíduo
e assim, falamo-nos na mesma língua.

Pouco provável que o que eu diga,
seja por potes de pílulas distribuído;
se assim o soubesse, que para algo
valeu ser este aqui, assim, tão partido.

E assim sou eu posposto: pacote
como qualquer outro de mesmo porte;
um invólucro de todas as possibilidades
do mundo - simultaneamente:

parasita e hóspede.




Emerson Menezes, em 24 de outubro de 2009.

sábado, 10 de outubro de 2009

..., nem uma bala perdida caída na vizinhança ...

Às vezes achamos que as tais balas perdidas, mesmo que assim adjetivadas, estão distantes de nós, para outras bandas, outras paragens. Algo como que circunscrito para outros alvos. Mas, infelizmente, tive uma bem próxima a mim; quando uma vizinha teve (a que se vê acima), a raspar-lhe a perna na semana passada.

Segundo informações que obtivemos, tratasse de uma bala de fuzil, arma esta que tem o poder de alcançar longas distâncias.

Segundo essa vizinha, ela chegou até sua perna ainda morna, no momento em que ela estendia suas roupas no varal na frente de sua casa.

É só mais uma estória, como muitas outras que estão a acontecer por aí, mas para mim, o que digo aqui entre aspas; é que foi uma bala perdida, que cada vez mais se avizinha.

Resultado das eleições para o DCE da Facha

A chapa "PoliticArte", composta por 14 alunos dos três campi da Facha, foi eleita com 26,5% dos votos válidos dos alunos. A comissão divulgará ainda, a data da posse.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Processo eleitoral do DCE Wladimir Herzog da Facha


Importante exercício de cidadania, acontecendo nas Faculdades Integradas Hélio Alonso, com o processo eleitoral, para o DCE Wladimir Herzog, nesta terça e quarta. Alunos participem!

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Eleição do DCE da Facha inicia amanhã

O DCE da Facha - Wladimir Herzog, inicia sua eleição amanhã, finalizando na quarta, nos três campi da faculdade. Oportunidade importantíssima para os alunos exercerem a sua cidadania. Por sua relevância, cabe aqui entre aspas...

domingo, 4 de outubro de 2009

... mas um poema num domingo nublado cabe.

ctrl + alt + del

plugo tudo aquilo
que não me impacta
e sem remédio e sem remendo;
corto, peso e empacoto.

o tempo passa
e passo a clicar
notas vagas de versos
que não interessam.

copio-os, não mais como
e assim, apenas regurgito
aspas que ouço
em outros estômagos.

sigo assim, apoiando-me
no meu diário: obtuso obituário
e sigo cortando e colando
figurinhas ao meu aspanário.


" "

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Protestos de alunos pernambucanos e cariocas contra o vazamento da prova do Enem

(foto extraída do portal MSN.com)

Sinal dos tempos, ou exemplos que extrapolam o status quo? Mas manifestações contra o vazamento das provas do Enem, foram a pauta e o protesto de alunos pernambucanos e cariocas. Em Recife, 300 vestibulandos de cursos preparatórios e colégios particulares, protestaram na praia de Boa Viagem; enquanto aqui no Rio, nas escadarias da Câmara Municipal, na Cinelândia, foram 150 alunos. Ambos protestando contra a desorganização do Ministério da Educação, principalmente, no controle dos serviços terceirizados.

Aguarda-se que a Polícia Federal faça um bom trabalho. Aguardemos o desenrolar das manchetes-suítes, até que o assunto se esgote e se torne mais um escândalo que se dilui...

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Petite Poupée, até 11 de outubro na coletiva Vem Na Mão, cabe entre aspas...

Coletiva de artistas urbanos, dentre os quais - Petite Poupée, do painel acima (em foto da coleguinha Liana Dantas) - até dia 11 de outubro no Centro Cultural da Justiça Federal, na Cinelândia. Imperdível e como tudo que é bom, cabe ser mencionada!

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Dia do Arcanjo Miguel - pois uma oração, nesse mundo em guerra, sempre cabe entre aspas...

Num mundo tão carregado de efeitos nocivos e negativos. Onde a intolerância e o preconceito vicejam. Onde a lei da desigualdade, quer se sobrepor. Onde os fracos e injustiçados clamam por justiça. Carece que levantamos nossas preces (sem que tenhamos de nos abster da luta, do constante questionar e da palavra que liberta); peçamos a interseção do mundo espiritual.

Oração

São Miguel Arcanjo,
protegei-me no combate.
Defendei-me com vosso escudo contra
os embustes e ciladas do demônio.

Deus o submeta, instantemente vos pedimos e vós,
ó Príncipe da milícia celeste, pelo divino poder,
precipitai no inferno a satanás e aos outros espíritos malignos
que andam pelo mundo
procurando perder almas.

Amém

domingo, 27 de setembro de 2009

Tegucigalpa de lá é aqui


(ou,
Assim como nós)

Vendo a foto acima, extraída da internet, de uma localidade em Tegucigalpa, Honduras; verifiquei o quão próximos estão de nós (ou nós deles), não apenas na questão da proximidade geográfica, mas também por socialmente estarmos bem equiparados.

A rua acima poderia estar em qualquer bairro periférico, no zona norte ou na baixada fluminense: casas simples, com grades nas portas e janelas, de características arquitetônicas, como muitas outras semelhantes por cá; o adensamento desorganizado da fiação elétrica; a apropriação das encostas, destruindo-se a vegetação morro acima; o próprio adensamento urbano; tudo isso faz paralelos com a nossa realidade, que também igual, deixou-se moldar aqui e acolá e dar o seu "jeitinho".

Se para além disso, pensarmos que por cá também tivemos nossos direitos cerceados e nosso livre trânsito impedido, tendo sido nossa democracia usurpada; sentiremo-nos muito mais irmanados e congregados com nossos vizinhos de continente.

Independente do gesto de seu presidente eleito Manuel Zelaya, almejar a mudança da Constituição de seu país, em busca da possibilidade de uma reeleição; é inadmissível que a força dos canhões se coloque contra civis, e bombas sejam lançadas sobre a população que se coloca, que se manifesta.

Colocando-me lá, como aqui agora estou, não saberia dizer ao certo, como me portaria tendo o meu direito de ir e vir subtraído; como por lá se obrigou, com o toque de recolher. Mas poderia, facilmente, projetar-me assim: num bairro pobre de periferia...

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Ainda sobre a questão hondurenha...

(imagem extraída da internet)

O jornal O GLOBO de hoje, em seu editorial, coluna do Merval Pereira e na matéria: "Zelaystas não dividem comida", tratam a questão do apoio brasileiro à Zelaya, como um assunto perigoso para o Brasil.

É interessante verificar, que a tentativa de de Fernando Henrique Cardoso, aqui no Brasil em alterar a Constituição, para se reeleger, não tenha sido pautada pela imprensa, como está sendo no caso hondurenho, para relativizar afastamento do presidente eleito Zelaya.

Contudo, noves fora, um dos fatos pungentes é que a livre manifestação política do povo hondurenho está sendo cerceada. Estão usando a violência contra as manifestações de rua. Alguém por aí já viu ou ouviu falar de histórias assim, por aqui, pela América Latina?

É lamentável que comentários e opiniões sejam críticas desfavoráveis às atitudes soberanas da diplomacia brasileira, em relação a crise institucional em Honduras; afinal, basta de toques de recolher e bombas sobre civis.

Ditaduras nunca mais!

Charge sobre o golpe em Honduras e a cobertura brasileira



No Dia Internacional da Limpeza, exijamos um Congresso Nacional limpo

Neste dia, que possamos fazer uma reflexão sobre a necessidade em expurgar de nosso parlamento, toda a sujeira que empesteiam os tapetes azuis e verdes do Congresso Nacional.

Ano que vem é de eleições, mas precisamos pensar de agora, por quem queremos (e merecemos) ser representados.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Assim, Honduras não dura...


(imagens extraídas da internet)

É inconcebível, que em pleno século XXI, na América Central ou em qualquer outra parte do mundo, ainda caibam espaços para ditaduras, ditadores e seus perniciosos rasgos de poder. O golpe de estado que destituiu o presidente de Honduras, Manuel Zelaya, no dia 28 de junho e logo em seguida o Congresso desse país centro-americano nomeando Roberto Micheletti, do mesmo partido de Zelaya e titular do legislativo; fez hoje duas vítimas fatais em Tegucigalpa, em confrontos de rua.

Manuel Zelaya, está refugiado desde segunda-feira na embaixada de Brasil, após ter regressado clandestinamente a Tegucigalpa; criando forte impasse político e democrático.

Confrontos de rua tomaram a cidade na terça e nesta quarta-feira, onde vândalos aproveitaram para saquear mercados.

Cinco manifestantes teriam sido feridos a tiros em outras partes da cidade, segundo fontes médicas ouvidas pela Reuters.

O golpe ocorreu em resposta ao desejo de Zelaya de realizar uma consulta popular para perguntar aos hondurenhos se queriam que, em simultâneo com as eleições a realizar em Novembro de 2009, se realizasse também uma votação no sentido de decidir a criação de uma Assembleia Constituinte que reformasse a Constituição.

Toque de recolher, fortes confrontos armados e principalmente um ditador usurpando o poder - assim, infelizmente, Honduras não durará.

Eleições para o DCE Wladimir Herzog da Facha


Agenda para as eleições do DCE Wladimir Herzog da Facha

Inscrição de chapas – 09 a 30 de setembro

Campanha e debates – 01 a 05 de outubro

Votação em urna – 06 e 07 de outubro

Apuração e resultado preliminar – 07 de outubro

Recursos – 08 de outubro

Resultado dos recursos e resultado final – 09 de outubro



terça-feira, 22 de setembro de 2009

II Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa


Pelas informações e imagens que vi da passeata que reuniu mais de 50 mil pessoas na orla de Copacabana, nesse último domingo, para a II Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa; percebo que a cidade esta prestes a incorporar em seu calendário uma importante data.

A passeata que teve o apoio da Petrobras - cabe o registro, reuniu seguidores de crenças e matrizes africanas, como o candomblé e a umbanda; além de muçulmanos, judeus, católicos e presbiterianos, entre representantes de várias outras religiões, às 14h, do Posto Cinco até a Praça do Lido. Se nos próximos anos esta iniciativa obtiver o apoio governamental adequado, poderá ser introduzida, em âmbito oficial, ao calendário da cidade e ajudá-la em diversos aspectos, que vão do turismo à implementação de cultura e cidadania para o povo carioca.

Lembremo-nos ainda, que foram as religiões afro-brasileiras, como o candomblé, fundamentais para instituir festas religiosas como o Réveillon aqui na cidade - hoje mundialmente conhecido, trazendo recursos financeiros de grande porte e valia para esta cidade.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Dia da Árvore

Por um consumo verdadeiramente consciente, e uma consciência ambiental, que possamos consumir cada vez mais...

domingo, 20 de setembro de 2009

"A Música Segunda" - obra teatral de Marguerite Duras

"a escrita chega com o vento,
é nua, é a tinta, é o escrito, acontece
como nada acontece na vida,
nada, exceto isso mesmo, a vida
"
(Marguerite Duras)

Assisti hoje, no Teatro Maison de France, a peça teatral "A Música Segunda", texto de Marguerite Duras, com interpretação de Helena Ranaldi e Leonardo Medeiros, direção de José Possi Neto, tendo em cena ainda, os bailarinos Adriana Bonfatti e Charles Fernandes.

A direção de José Possi deu a encenação todas as nuances do encontro do casal Anne-Marie Roche e Michel Nollet, que depois de três anos de separação, jogam, um sobre o outro, as frustrações e situações mal resolvidas da época em que foram casados. O casal que viveu uma paixão fulminante, perigosa, destrutiva e doentia, ao longo de cinco anos de casamento, tentam, como numa partitura musical, obter o andamento adequado a uma comunicação entre um casal, que mesmo depois da separação, não conseguem se esquecer.

Confesso que fui um tanto reticente assistir essa peça, por conta da atriz, da qual nunca fui muito fã mesmo; mas confesso que ela não perturba o andamento da mesma, sendo corrreta em suas posturas e interpretação. Já o ator Leonardo Medeiros tem mais domínio d palco e das nuances do texto de Duras. Os bailarinos atiuam como que fazem uma projeção em espelho, do que o casal, no diálogo tenta esconder e camuflar. O cenário do francês Jean ierre Tortil é grandioso, fazendo, corretamente, a delimitação do foyer do hotel, onde tudo se desenrola.

É teatro e é ARTE, e, portanto, cabe, aqui, entre aspas...

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Palestra na Facha - campus Botafogo: A crise do Senado e a degradação da República


O resumo da vida em quatro frascos...

(imagem extraída da inernet)
Para descontrair e, principlamente, não nos esquecermos que "tudo passa sobre a face da terra" (Jose de Alencar); por isso devemos viver a vida intensamente, mas de forma participativa e com respeito ao próximo (que em última instância somos nós próprios) e ao meio ambiente (minha/nossa casa).

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Independência ou morte?

(foto de Emerson Menezes - Monte Pascoal/ Sul da Baía - considerado um dos primeiros pontos de terra, avistado do mar, pelos primeiros portugueses)


Os dias de paraíso sobre as terras, do que depois foi chamado de Brasil, foram abalados com a presença dos portugueses. Os tupiniquins - filhos originais destas terras - foram invadidos e aviltados, sem que pudessem protestar; já que tinham nas mãos miçangas e espelhos, que hipnotizando-os, imobilizara-os.

Sabemos que a HISTÓRIA é a interpretação narrativa da vitória dos poderosos, daqueles que tomaram, invadiram, mataram e muito mais, simplesmente para lançara além de si, o que julgavam ser seu domínio e propriedade. Por cá, certamente não foi diferente e penso sempre, nos índios - "negros da terra" - que por cá já plantavam, colhiam e comiam - sem que títulos de posse os dissessem e certificassem o mesmo. Nesta nossa história devemos sempre refletir sobre que independência é essa e de quê e/ou quem?

Para uma efetiva independência nacional

(imagem extraída da Internet - reprodução de quadro de Pedro Américo)
Que nesta data festiva, todos os brasileiros façam uma avaliação dos procedimentos dos três poderes brasileiros, e principalmente, que o povo se veja, de fato, representado no Legislativo. Que o grito da independência, na imagem construída acima, nas margens do córrego do Ipiranga, como um ato heróico de bravura, seja real nas intenções atuais, dos nossos governantes.

Lembremo-nos que ano que vem é de mudança na política, com as eleições, em todos os âmbitos e que assim, todos nós brademos nosso grito de independência efetivo, nosso berro de chega de roubalheira, de intolerância, intransigência, inoperância e tudo mais que atravanca o bom andamento de nosso país.

Que o povo não seja um coadjuvante nas decisões no país, como o vaqueiro retratado na imagem acima, no canto esquerdo, mas partícipes efetivos da política nacional.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

O hino nacional na interpretação de Vanusa

video

Sem palavras, simplesmente triste de ver. E ainda disse depois, pra se desculpar, que estava sob efeito de medicação...

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Da suntuosidade das pequenas coisas cotidianas

(foto - Emerson Menezes)

Dormi e sonhei. Quando sonhava, percebia-me em poesia. Isso mesmo, quando menos se espera, quando não se procura por ela; ei-la lá! Inacreditável, que ainda no hoje, nos surpreendamos com o fato de que em cada canto há um canto guardado, sufocado, inaudito ou reprimido. Assim, já acordado, passei a catar cada peça, cada lasca, cada verso na simplicidade do cotidiano...

Os pássaros que toda a manhã, fazem algazarras no meu terraço; como se cantassem a benesse de não estarem engaiolados, ou simplesmente, pelo frescor da água que molha as plantas. O sol que queima ácaros no travesseiro estendido para fora da cama. O cheiro do arroz em alho e sal. O odor do café mais bolo de fubá do lanche da tarde. Um feixe de sol num bólide de cristal. O som do cabresto e da rabiola das pipas nos céus das ruas. O som do solitário grilo que perturba os penetráveis sons errantes do início da noite.

A poesia que é fugaz sem ser fútil; rápida sem ser rasteira; que cabe perfeita entre quaisquer aspas e que apesar de sua simplicidade é soberana de sentidos.

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

TV Record: cenas de um enfrentamento

Não que esteja tomando partido da TV Record, em detrimento da TV GLOBO, apesar que ser imparcial já não cabe há muito mesmo. Contudo, gostei da primeira apresentação do Gugu na Record, na noite de domingo último. Segue padrão que aplicava no SBT, justamente por ser sua casa e laboratório de experimentações até então. É bom que refrigera um pouco, com o mesmo do mesmo, mas dá uma estremidinha em alguns poucos por aí.

A proposta do ao-vivo com apresentadores da casa, ajudando-o na organização do chamariz da noite. Uma nota de R$2,00, que valem R$20.000,00 e estão espalhadas em cinco cidades brasileiras, ajudou a movimentar o participativo com o público, a interação no tempo real. É tudo o mesmo remexido, como se vê, mas é interessante mesmo assim.

Para os que acompanharam ontem, seguem abaixo, os números de série das notas. E aguardemos o desenrolar dessas cenas de enfrentamento.

Rio de Janeiro - B6170096997A;

Brasília - B 4371015692A;

Belém - B 1207074051A;

Salvador - B 3307050642A;

Porto Alegre - B 6578057029A.

domingo, 30 de agosto de 2009

A gênese dos homens românticos

video

Pois o bom humor e a criatividade sempre caberão entre aspas...

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Lula é premiado pelo Centro Woodrow Wilson

(imagem e textos extraídos da Internet)

Para além de tudo que é dito na mídia atualmente, para desqualificar o governo Lula, cabe entre aspas (já que não cabe em muitos dos espaços midiáticos deste país), uma notificação relevante de uma importante premiação internacional.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi premiado pelo Centro Woodrow Wilson, um dos institutos de análise mais importantes dos Estados Unidos, anunciou a entidade nesta sexta-feira em comunicado."O presidente Lula simboliza os atributos que queremos honrar no Centro Woodrow Wilson. É um líder político que contribuiu para acabar com o domínio militar e restabelecer a democracia", diz o texto.O Prêmio ao Serviço Público será entregue ao presidente brasileiro no dia 21 de setembro em Nova York."Este prêmio é uma homenagem ao chefe de Estado que fortaleceu o Brasil de forma significativa, inclusive no cenário mundial", declarou Lee Hamilton, presidente de diretor do centro, fundado em homenagem ao 28º presidente dos Estados Unidos (1913-1921).Lula é o primeiro político e o terceiro brasileiro a receber o Prêmio ao Serviço Público. Lula, 63 anos, foi eleito à presidência em 2002 e reeleito em 2006. Antes disso, foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT), um importante líder sindical e teve papel de destaque na luta contra a ditadura militar (1964-1985).

terça-feira, 25 de agosto de 2009

CANCELAMENTO DA ORQUESTRA DE BATERISTAS AMANHÃ NA FACHA

Devido a possibilidade de pancadas de chuva para amanhã, dia 26 de agosto, cancelou-se o espetáculo - Orquestras de Bateristas Jorge Casagrande, no pátio da Facha, na Muniz Barreto, 51, em Botafogo.

sábado, 22 de agosto de 2009

Apresentação da Orquestra de Bateristas na Facha



Em mais uma iniciativa do Circo Industrial, apresentar-se-á na Facha, nesta quarta feira-feira, dia 26 de agosto, das 20: 20 h às 20: 50 h, campus I, Rua Muniz Barreto, número 51, a Orquestra de Bateristas Jorge Casagrande.

A Orquestra de Bateristas surgiu em 2003 e é formada por alunos de bateria formados na Escola de Bateristas Jorge Casagrande; já se apresentaram em vários espaços públicos como praças, escolas e empresas. Vem desenvolvendo seu repertório, baseado em ritmos brasileiros como axé, afoxé, maracatu, samba e xote. Este projeto inovador e é o único conhecido, com estas características, no Rio de Janeiro. Como estrutura possui: como contrabaixos os surdões, as caixas são as guitarras, e as baterias cumprem o seu papel principal na orquestra. Imperdível! Cabe entre aspas.

http://www.circoindustrial.blogspot.com